Casinha de S.Pedro

Casa-estúdio – S. Pedro de Sintra – 2012

Junto a uma magnífica casa em S. Pedro de Sintra, encontra-se uma mais pequena, utilizada intensamente como ‘armazém’, estúdio e oficina do proprietário, um dos mais extraordinários coleccionadores de memórias. A infelicidade do seu súbito falecimento traz, contudo, à família um inesperado desafio…

casinha-sintra-exterior(2)

Em pleno coração de S. Pedro de Sintra, uma notável moradia da autoria de um abastado comerciante de materiais de construção, pai de Raul Lino. Junto a esta, algumas outras edificações de menor valor arquitectónico, entre as quais uma antiga ‘casa de bonecas’, um antigo depósito de águas pluviais e uma garagem que, com o passar do tempo, foi reconvertida pelo proprietário (o reconhecido decorador Luís Pinto Coelho, criador de alguns dos mais emblemáticos espaços nocturnos de Lisboa, tais como o Foxtrot, Paródia ou o Pavilhão Chinês), num impressionante armazém de peças coleccionadas, que aguardavam restauro e futuros projectos.

casinha-sintra-interior(2)

Ao desejo já antigo da família de recuperar convenientemente os referidos depósito de águas e ‘garagem’ – dois pisos, cada qual com cerca de 40m2 – juntou-se a recente fatalidade do falecimento do patriarca, pelo que o enunciado, muito concretamente, explicitava não só a necessidade de recuperação do imóvel para a habitação, como o desejo de que a dita recuperação pudesse ser levada a cabo recriando, tanto quanto possível, os ambientes magistralmente criados por Luís Pinto Coelho.

A proposta, deste modo, consistiu numa proposta articulada com três etapas claramente identificáveis de abordagem.

- A colocação no jardim anexo, de um módulo pré-fabricado temporário, no qual viesse a ter lugar um exaustivo trabalho de catalogação e restauro das peças existentes no local, permitindo deste modo, não só libertar o espaço ocupado para as obras de reabilitação, como a sua posterior inclusão na moradia.

- Trabalhos de adaptação do imóvel para a sua futura utilização como residência (correcção de fachadas mediante a abertura de novos vãos e correcção de outras, restauro de madeiras em tectos e chão, instalação de cozinha de tipo americano, bem como das necessárias instalações sanitárias, redistribuição dos espaços, abertura de ‘túnel’ para integração do antigo depósito de águas anexo como um dos espaços públicos da casa e, finalmente, abertura de grande escadaria de articulação entre pisos, acompanhada / integrada num enorme móvel-vitrina, com enorme destaque tanto no hall do piso superior, como na sala de estar, onde viriam a ser colocados os pequenos objectos recuperados.

- A casa seria integralmente equipada e mobilada pela POLIGONO, recorrendo sempre que possível à recuperação e reutilização – mais ou menos irónica, mais ou menos apropriada – dos objectos recuperados passíveis de serem reinterpretados.

Um projecto de arquitectura travestido de casa de bonecas.

casinha-sintra-planta-original

 

casinha-sintra-planta-final-00
casinha-sintra-planta-01

 

casinha-sintra-corte-longitudinal-D

casinha-sintra-cortes-transversais

 

Equipa de projecto: André Albuquerque, Pedro Snow Cliente: Maria Ramos